domingo, 17 de marzo de 2013

Metamorfose ambulante

Raúl Seixas

eu prefiro ser
essa metamorfose ambulante
(bis)

do que ter aquela velha opinião 
formada sobre tudo
(bis)

eu quero dizer
agora o oposto do que eu disse antes
eu prefiro ser
essa metamorfose ambulante

do que ter aquela velha opinião
formada sobre tudo
(bis)

sobre o que é o amor
sobre o que eu nem sei quem sou

se hoje eu sou estrela
amanhã já se apagou
se hoje eu te odeio
amanhã lhe tenho amor

lhe tenho amor
lhe tenho horror
lhe faço amor
eu sou um ator

é chato chegar
a um objetivo num instante
eu quero viver
nessa metamorfose ambulante

do que ter aquela velha opinião
formada sobre tudo...

(bis)




............................
Del disco Krig-há, Bandolo! (1972). Mi alma adolescente no resistió las ganas de postear esta canción, que fue el himno de una generación en Brasil hace 40 años.

No hay comentarios: