jueves, 3 de enero de 2013

Mosca na sopa

Raul Seixas

Eu sou a mosca 
que pousou em sua sopa, 
eu sou a mosca 
que pintou pra lhe abusar. 

Eu sou a mosca 
que perturba o seu sono,
eu sou a mosca 
no seu quarto a zumbizar. 

(BIS)

E não adianta 
vir me detetizar 
pois nem o DDT 
pode assim me exterminar 
porque você mata uma 
e vem outra em seu lugar. 

(BIS)

Atenção, eu sou a mosca, 
a grande mosca, 
a mosca que perturba o seu sono,
eu sou a mosca 
no seu quarto a zum-zum-zumbizar, 
observando e abusando, 
olha do outro lado agora,
eu tô sempre junto de você,
água mole em pedra dura 
tanto bate até que fura.
Quem, quem é? 
A mosca, meu irmão! 



.......................
Del LP Krig-ha, Bandolo!, lanzado en 1960 y compuesto en sociedad con Paulo Coelho.

No hay comentarios: