martes, 25 de enero de 2011

Milágrimas

Letra: Alice Ruiz
Música y arreglo: Itamar Assumpção
Interpretación: Ana Toledo

em caso de dor ponha gelo
mude o corte de cabelo
mude como modelo
vá ao cinema, dê um sorriso
ainda que amarelo, esqueça seu cotovelo
se amargo foi já ter sido
troque já esse vestido
troque o padrão do tecido
saia do sério, deixe os critérios
siga todos os sentidos
faça fazer sentido

a cada mil lágrimas sai um milagre

caso de tristeza vire a mesa
coma só a sobremesa, coma somente a cereja
jogue para cima, faça cenas
cante as rimas de um poema
sofra penas, viva apenas
sendo só fissura ou loucura
quem sabe casando cura
ninguém sabe o que procura
faça uma novena, reze um terço
caia fora do contexto, invente seu endereço

a cada mil lágrimas sai um milagre

mas se apesar de banal
chorar for inevitável
sinta o gosto do sal, do sal, do sal,
sinta o gosto do sal
gota a gota, uma a uma
duas três, dez, cem mil lágrimas
sinta o milagre

a cada mil lágrimas sai um milagre


............................
Este poema es de mediados de los 90. Fue grabado por varios artistas desde entonces, incluyendo al propio Itamar en 1998 (Bicho de 7 cabeças Vol. II), cinco años antes de su prematura muerte.

No hay comentarios: